Parede de fotos

Parede de fotos

Olá! Como estão?? Hoje eu vou falar sobre algo que gosto muito: decoração. E nada melhor do que unir uma coisa que gostamos com outra que gostamos mais ainda. Que tal dar uma mudada no quarto, sala, onde vocês quiserem, colocando suas fotos preferidas na parede? Eu amo fotos e colocá-las na parede é ótimo para sempre lembrar dos momentos bons que vivemos. Nesse post vou mostrar algumas colagens para rolar aquela inspiração e depois colocar a mão na massa.

parede-fotos-2parede-fotos-6

parede-fotosparede-fotos-

parede-fotos-1 parede-fotos-3

parede-fotos-5parede-fotos-4

Ótima ideia, não? Espero que tenham gostado. Mil beijos ❤

Anúncios
Resenha: Espuma de limpeza, Nivea

Resenha: Espuma de limpeza, Nivea

Olá! O post de hoje será uma resenha de um produto que eu simplesmente ando amando! Assim que meu sabonete facial acabou, decidi procurar algo diferente para testar e encontrei esse produtinho.

031

Ele limpa super bem e, para as peles oleosas como a minha, funciona super! Controla muito bem a oleosidade, que era o que eu estava procurando. Além disso, o preço é bem camarada. Paguei R$ 24,50, e volto a afirmar, vale super a pena!

054

O produto é uma espuminha, que eu achei muito interessante, hahaha. É bem gostosinho de passar na pele, e depois você sente que ela está limpa de verdade.

Espero que tenham gostado. Beijos!

4

4

r5thujy7k

4 de agosto de 2013.

O dia que mais marcou minha vida até agora. Lembro exatamente como me senti nesse dia. Do momento em que acordei até quando finalmente peguei no sono. Foi estranho, pois estava super tranquila no começo. O dia até que passou rápido. Mas bastou entrar no carro para eu começar a ficar preocupada. Não sei se essa é a palavra correta para se usar, mas não estava mais tão calma quanto antes. Nem um pouco. Aí fui te buscar como havíamos marcado, às seis. Lembro-me que cheguei sete minutos atrasada. Então eu te liguei para avisar que estava lá, e logo depois você apareceu. Senti algo inexplicável. Não consigo encontrar as palavras para descrever meus sentimentos naquele momento. Depois de jantarmos, nos sentamos naquele sofá que eu nunca gostei. Te abracei pela primeira vez. Disse que estava cheiroso. Ainda lembro do seu perfume. Como você disse, eu gosto dos fortes, e é verdade, amo cheiros marcantes. Aí começamos a conversar. Você disse coisas que eu nunca esquecerei, que me fizeram sentir a pessoa mais amada do universo. Depois, um dos momentos mais importantes da minha vida aconteceu. Foi tudo tão inesquecível. A maneira como nos beijamos pela primeira vez foi muito especial. Ainda consigo lembrar exatamente como meu coração batia forte, porém ao mesmo tempo eu sentia algo tão sublime que não conseguiria explicar. Creio que esse foi o dia mais feliz da minha vida. Sim, não consigo recordar outro momento em que estive da mesma maneira. Aliás, sempre que estava com você era como se fosse o melhor dia da minha vida. Mas esse foi diferente. Foi o dia que tudo começou. O dia que ficará marcado para sempre como o início de uma fase muito importante da minha vida. E de você, o que mais eu lembrarei era amaneira como me tratou nesse dia. Como se todo o amor do mundo estava em você naquele dia, e o melhor, eu era a sortuda que estava recebendo todo esse carinho.

Hoje faz exatamente um mês que esse dia aconteceu. Pensava que não iria suportar as lembranças, porém será diferente. Vou lembrar apenas de como eu estava feliz, dos sentimentos verdadeiros, do coração batendo forte e de quando você disse “eu te amo”. Céus, tenho que deixar isso para trás. Por mais que tenha marcado, devo apagar isso da memória. Como diz a frase, “você não pode começar um novo capítulo em sua vida, se continuar relendo o anterior”.

Mas prometo que essa será a última vez.

Agosto de 2013

Agosto de 2013

large (29)

Decidi escrever um texto dedicado a esse mês que, particularmente, é o mais esperado do ano. Simplesmente porque é o mês do meu aniversário. Eu gosto de pensar que tudo de bom irá acontecer nesses 31 dias, e eu realmente crio grandes expectativas. Nesse ano não foi diferente. Porém dessa vez foi especial. Aconteceram coisas que permanecerão eternamente em minha memória. Sabe, o primeiro amor a gente nunca esquece, né? Não é o que todo mundo diz? Lembro-me da minha primeira paixonite. Foi ainda no jardim de infância. O garoto se chamava Gustavo. Pois é, eu até lembro o nome da criatura. Mas não é desse amor que eu estou falando. Estou me referindo ao primeiro namorado. Sabe, viver o amor, senti-lo. É diferente. Bem diferente. Ter a certeza de que aquela pessoa que tanto amamos sente o mesmo por nós, é incrível. Você se sente diferente. Você muda. Foi isso o que aconteceu comigo. Eu me sentia uma pessoa melhor, que não precisava esconder meus defeitos, e via as coisas de um jeito completamente oposto ao que enxergava antes. Era como se o único problema que havia era a saudade que sentiria da pessoa.

Eu descobri como é estar apaixonada, mas apaixonada mesmo, de verdade, com apenas um sentimento: saudade. Era incrível a maneira como eu queria estar perto dele. Nos víamos muito pouco, mas sempre acreditei que isso fortalecia nosso amor. E acredito até hoje que a saudade faz com que a paixão pelo outro aumente. E eu sabia que essa teoria era verdade, pois meu amor por ele crescia a cada dia. E era linda a maneira como eu o amava. Lembro-me das coisas que falava: “só você pode despentear meu cabelo” era uma delas. E eu realmente não ligava. Recordo também de quando fiquei brava com ele pela primeira vez. Me senti tão mal, achando que não se importava mais comigo, mas no outro dia tudo ficou bem e eu percebi que ele ainda me amava como antes, que continuava o mesmo garoto fofo pelo qual me apaixonei perdidamente. Nunca esquecerei esse dia, pois era o dia do meu aniversário. O dia que mais espero no ano inteiro. E dessa vez foi especial. Ele estava comigo. Me deu aquele presente que, como dizia, lembraria pelo resto da minha vida. Foi engraçado… Com seu jeito sem jeito, ele me deu o melhor presente que eu poderia ganhar. E nessa noite eu te beijei. Várias vezes, sim, mas uma em especial nunca esquecerei. Sua boca estava com gosto de chocolate. Foi bom. Mas já era tarde e ele foi embora, e eu fiquei apenas olhando para o presente que havia ganhado.

Dois dias depois eu fui vê-lo. Eu ia a qualquer lugar para encontrá-lo, mesmo que fosse por pouquíssimo tempo. Nesse dia ele me apresentou para os seus amigos. Lembro da sua amiga que apertou minhas bochechas dizendo que eu era muito fofa. Nunca me esquecerei disso. Depois nós dançamos, e estava tocando aquela música que eu adoro, e no final dela, nos beijamos. Ele apresentou uma dança naquele dia. Eu só conseguia olhá-lo e tentar encontrar as palavras certas para descrever meus sentimentos. Pensava no quão eu era sortuda por tê-lo encontrado, tê-lo em minha vida. Depois disso ele veio se despedir. Me meu um abraço forte e um beijo.

O que eu não imaginava é que seria o último abraço. O último beijo. Você disse que nos veríamos na quarta, mas isso não aconteceu. No dia seguinte eu tive a pior conversa da minha vida. Eu tentei mudar a situação, mas não adiantou. Seis palavras. Bastaram seis palavras para eu perceber que era o fim. Depois disso nunca mais nos falamos. E eu só pude chorar. Sim, eu queria que fosse diferente, porém acho que foi melhor assim. Depois de alguns dias, eu descobri coisas que me fizeram acreditar nisso. Foram os piores dias da minha vida. Não conseguia pensar em mais nada a não ser nele. As coisas que ele fez. Tudo o que vivemos. A verdade é que eu não queria aceitar que isso estivesse acontecendo. Acreditava que tudo não passou de uma grande confusão e que em breve estaríamos juntos novamente, mas não. Nada disso aconteceu. E eu ficava me culpando. Achando que eu tinha feito algo de errado, que eu era a culpada de tudo. Até hoje eu não sei o verdadeiro motivo. Acho que não saberei tão cedo. Talvez nunca descubra. Mas o pior de tudo foi descobrir a verdade sobre ele. Eu não esperava isso, aliás, ninguém esperava. Todos achavam que ele era um tipo de pessoa, porém é totalmente o contrário. Decepção. Essa é a palavra correta para descrever o que eu sinto agora.

Impressionante como em apenas 31 dias tudo isso pode acontecer. É pouco tempo para tantos acontecimentos. É, será um mês que ficará para sempre em minha memória. E no meu coração. De tudo isso que aconteceu, eu apenas guardarei as coisas boas, porque é isso que devemos fazer, apenas lembrar do que foi bom. E o ruim? Sim, teremos as cicatrizes, porém com o tempo passa. Isso eu garanto.