Vale a pena?

Vale a pena?

rr

“Eu não estou apaixonada!”

Talvez seja a frase que mais tenho falado falado ultimamente. Antes era possível eu acreditar nessa afirmação, mas agora não dá mais, é diferente, eu estou sentindo. Tentei ao máximo não começar a ter sentimentos por você, te evitar e não imaginar que algum dia poderíamos ficar juntos, mas, como minha amiga sempre diz, “não é possível mandar no coração”. Essa Frase sempre me intrigou, pois eu acreditava sim que conseguiria determinar por quem me apaixonaria ou não. Mas eu estava errada, certo? Parece que, quanto mais eu tento não gostar de uma pessoa, mais eu acabo sento atraída por ela. Que coisa! Acho que o coração gosta de nos contrariar.

Medo. Talvez esse seja o motivo pelo qual eu queira afastar esse tipo de sentimento de mim. Cheguei a dizer que era anti-amor, e digamos que estava funcionando, até você aparecer. Uma pequena demonstração de carinho que me fez cair num mar de amor tão profundo, a ponto de eu não conseguir chegar à superfície. Foi o que aconteceu, junto de sua maneira fofa que, ao mesmo tempo, é intelectual de falar. Na verdade, poderia citar uma lista de características suas, pelas quais me sinto tão atraída.

1- Seu vicio por café;

2- Sua paixão por livros;

3- A maneira como você sempre tenta parecer estar certo.

[…]

Às vezes eu penso “por que você?!”. Tantos garotos no mundo e meu coração escolheu logo você? Eu sempre fui de me apaixonar e logo contar para a pessoa, mas agora é diferente. Nem passou pela minha cabeça a possibilidade de eu te contar. Como dito anteriormente, o medo de perder a pessoa amada é o que faz as pessoas pensarem duas vezes antes de falarem o que realmente estão sentindo. Comigo não é diferente. Você é uma pessoa especial demais para eu correr o risco de perder. E isso é tão lindo, pois mostra a capacidade de amar tanto alguém a ponto de sofrer em silêncio pelo simples fato que não querer estragar as coisas e tê-la sempre por perto.

Ultimamente eu tenho pensado na possibilidade de te contar, mas as suas possíveis respostas negativas me fazem voltar atrás e deixar tudo como está. Ah, realmente o amor é o sentimento mais bonito que existe, porém também é o mais sofredor, em alguns casos. É tão lindo quando duas pessoas se amam e o simples olhar que é trocado entre elas, já é suficiente para deixar claro que o que sentem um pelo outro é amor. Mas qual seria a graça se todos os relacionamentos começassem assim? Esses dias li uma frase que se encaixa perfeitamente aqui: “sem a dor, como poderíamos reconhecer o prazer?”

Então talvez eu deveria me perguntar: vale a pena sofrer por esse amor?