Bookshelf dos sonhos

Bookshelf dos sonhos

Olá! Antes de mais nada, quero dar um pequeno aviso: ultimamente estou tendo pouquíssimo tempo para o blog, como vocês podem perceber, hehe. Sabe como é, final de ano letivo, mil coisas para fazer. Então, no mês de novembro ficarei um pouco afastada. Peço desculpas e espero que entendam 😉 Mas vamos ao assunto de hoje. Como vocês já devem estar carecas de saber, eu amo livros.  Já fiz um post há um tempo atrás sobre estantes de livros, e agora estou aqui novamente para falar sobre bookshelves, hehehe. Tudo isso, porque simplesmente sou apaixonada por aquelas “mini bibliotecas” que podemos ter em casa. E eu realmente desejo ter uma dessas na minha!

estante-1estante-3

estante-6estante-8

estante-11estante-15

estante-13estante-14

Espero que tenham gostado. Beijos ❤

 

Anúncios
Playlist da depressão

Playlist da depressão

Yay! Como estão? Hoje eu resolvi fazer uma playlist dedicada àquelas pessoas que estão sofrendo por amor, ou qualquer outra coisa do gênero, porque parece que ultimamente as pessoas ao meu redor estão fazendo muito isso, hahaha! E nada melhor do que estar desidratando de tanto chorar, com o coração apertado, olhos inchados, e ainda por cima colocar aquela música para ferrar ainda mais a situação. Mas se você não está passando por isso, e gosta mesmo assim de ouvir esse tipo de música, como eu, essa playlist também será útil.

Até a próxima!

Sobre decepções

Sobre decepções

large (21)

Depois que tudo terminou, eu achei que nunca mais encontraria alguém como meu ex. Aquela maneira carinhosa e fofa de me tratar, acreditava que fosse uma característica única dele. Mesmo todos dizendo que isso era bobagem e que existiam pessoas muito melhores, eu insistia em acreditar que isso não era verdade. Porém o tempo passou. Foram-se quase dois meses, e finalmente mudei meu modo de pensar. Cheguei a conclusão de que eu estava cega de amor e não enxergava as pessoas ao meu redor. Era como se apenas uma pessoa no mundo poderia me fazer feliz, e essa pessoa era ele. Creio que todo término de relacionamento seja assim. Mas chega uma hora que as pessoas caem na real e finalmente conseguem dar o próximo passo, ou seja, “fazer a fila andar”. Estava cansada de ouvir esse conselho. Acontece que sempre há aquela insegurança de nunca mais encontrar alguém que nos ame de verdade. E depois disso, sentimos medo de amar novamente.

Decepção. Passar por isso não é qualquer coisa não. Mas de certa forma isso tem seus pontos positivos. E como tem. Lidar com decepções deve ser sinônimo de aprendizagem, e não de sofrimento. As pessoas devem parar de ficar se remoendo pelos cantos, derramando lágrimas por pessoas insignificantes. Sim, no passado elas foram importantes, mas não olhe para trás. Não releia os capítulos anteriores. Vire a página. Novas pessoas aparecerão, novas lembranças ficarão. Eu acredito que há uma pessoa predestinada a nos fazer felizes. Pode ser que ela apareça de primeira, mas depois outras pessoas aparecem no meio do caminho. E às vezes nos faz acreditar que finalmente encontramos o verdadeiro amor, mas aí passamos por decepções e percebemos que todos os planos, promessas e desejos já não fazem mais parte de nossas vidas.

A única coisa que posso afirmar é que no momento certo, aquela pessoa que vai fazer a vida valer a pena aparecerá. E não há quem a tire de nós. Se for pra ser, será. Dizem que quando é para dar certo, até os ventos sopram a favor, não é?

Ah, mais uma coisa: nunca tenha medo de começar uma nova história.